Summer Solstice

_MG_0467

Summer Solstice at Stonehenge in June 2015 / Solstício de Verão em Stonehenge em junho de 2015.

EN/ Today is the longest day in the Northern Hemisphere and is also when Summer officially starts. It is called the Summer Solstice, with the sun rising at 4.43am and setting at 9.21pm. Here in London we had a typical rainy day, it is not like nature will coordinate just to please scientific calculations, right?

The longest day and shortest night is celebrated here at Stonehenge this mystical and historical place where this year an estimated 37,000 people gather. With or without sunshine, sunlight is crucial to all, but specially admired by people who live here and face several months of sunsets at 4pm and cold weather.

PT/ Hoje é o dia mais longo no Hemisfério Norte e também é quando o verão começa oficialmente. É o chamado Solstício de Verão, com o sol nascendo as 4:43 e se pondo as 21:21. Aqui em Londres, tivemos um típico dia chuvoso, não é como se a natureza fosse coordenar só para agradar cálculos científicos né?

O dia mais longo e a noite mais curta é comemorado aqui em Stonehenge este lugar místico e histórico, onde este ano um número estimado de 37.000 pessoas se reúnem. Com ou sem luz do sol, a luz solar é crucial para todos, mas especialmente admirada por pessoas que vivem aqui e enfrentam vários meses de sol se pondo as 4pm e tempo frio.

_MG_0481

Surirse/ Nascer do sol

EN/ Last year I been to Stonehenge for the first time to spend the whole night watching the sky and waiting for the sunrise. Besides religion and other cultural influences, people seem to got there for a party where (quite a lot of) alcohol is involved.  During Solstice the place is open to the public and allows visitors to have contact with the rocks (allowed to physically touch).

It was quite cold but an unique moment to be there at an ancient place. It was a clear night so luckily it was a starry night to enjoy with my binoculars. The sunrise was beautiful and payed off this sleepless night.

PT/ No ano passado eu estive em Stonehenge, pela primeira vez para passar a noite inteira olhando para o céu e esperando o nascer do sol. Além de religião e outras influências culturais, as pessoas parecem ir lá para uma festa onde (bastante)  álcool está envolvido. Durante o Solstício o local está aberto ao público e permite que os visitantes têm contato com as rochas (permissão para tocar fisicamente).

Estava bastante frio, mas foi um momento único para estar lá em um lugar tão antigo. Era uma noite clara que felizmente foi uma noite estrelada para aproveitar com os meus binóculos. O nascer do sol foi belo e valeu aquela noite sem dormir.

Major Project/ Projeto Final 2015

DisperseInsight_13

Untitled #13, Disperse Insight / Sem Título #13, Disperse Insight (Olhar Disperso)

EN/  Major Project 2015

This time in 2015 I submitted my Final Major Project for my Photography Degree at University of West London. I worked on it from 2014 to 2015, in between lots of changes in my life. I felt proud and relieved for managing to finish it and achieve a good result.

After 3 years of studying the subject I have chosen as what is gradually building into a career, I felt the impact of leaving the university and trying to get into the industry. But above all, what thrills me the most is to remember I came a long way from moving schools, to moving continents and at the end graduated in London! It is funny to think I didn’t finish education in my home country, and that I am here with a diploma.

PT/   Projeto Final 2015

Este momento em 2015 eu apresentei o meu projeto final (conhecido como TCC) para o meu curso de Fotografia na faculdade University of West London, como o nome diz, no Oeste de Londres. Trabalhei nele em 2014-2015, entre muitas mudanças na minha vida. Senti-me orgulhosa e aliviada por conseguir terminá-lo e conseguir um bom resultado.

Após 3 anos estudando a matéria que escolhi como o que está sendo construído gradualmente em uma carreira, senti o impacto de deixar a universidade e tentar entrar na indústria fotográfica. Mas, acima de tudo, o que me emociona mais é lembrar que vim de um longo caminho desde as mudanças de escolas, para  mudanças de continentes  e no final se formar em Londres! É engraçado pensar eu não terminei o ensino  médio no meu país de origem, e que eu eu estou aqui com um diploma.

Continue reading

Brazilian Embassy in London

Screen Shot 2016-05-10 at 10.49.46 AM

EN/  Brazilian Embassy in London

“Wembley to Soweto to Brazil” is exhibiting in London again. The project run in 2014 during the FIFA World Cup and has been exhibited at The Hospital Club before.

I am proud to see my photographs at the Brazilian Embassy together with the photographs of our brilliant students from Sao Paulo´s favela, whose I helped mentoring.
The exhibition is open to the public from 6th May to 13th May, from 10am to 6pm.

To see more of my photographs of this project, check my Flickr album here.
Get to know more about Wembley to Soweto charity on their website: wembleytosoweto.com.
Photos of the opening evening bellow.

PT/  Embaixada Brasileira em Londres

“Wembley to Soweto to Brazil” está em exposição novamente em Londres. O projeto ocorreu em 2014 durante a Copa do Mundo FIFA e já esteve em exposição no The Hospital Club em Londres.

Estou orgulhosa de ver minhas fotografias na Embaixada Brasileira junto com as fotografias dos nossos jovens estudantes e talentosos da comunidade Jardim Colombo em São Paulo, os quais eu ajudei a orientar.
A exposição estará aberta ao público entre os dias 6 e 13 de Maio, das 10am as 6pm.

Para ver mais de minhas fotos desse projeto, veja meu album no Flickr aqui.
Saiba mais sobre o projeto Wembley to Soweto no site deles: wembleytosoweto.com.
Fotos da noite de abertura a baixo.

Left Behind

Untitled4

Untitled 1/ Sem Título 1

 

EN/   Left Behind 

In this post I will show you the first project I did at University in 2012, about objects I found on the streets. This post will be in the format of the “6on6 project tag”, which the idea is to show 6 photos of the same theme on the 6th of each month. The project has 9 final photos, so in order to see the whole project, click here!

PT/   Left Behind (Deixado para Trás)

Neste post vou mostrar o primeiro projeto que eu fiz na universidade em 2012, sobre os objetos que encontrei nas ruas. Este post vai estar no formato da “tag/projeto 6on6”, que a ideia é mostrar 6 fotos do mesmo tema no dia 6 de cada mês. O projeto tem 9 fotos finais, então se estiver a fim de ver todo o projeto, clique aqui!

Continue reading

The Shard Visit / Visitando The Shard

 

Screen Shot 2016-03-31 at 12.09.43 PM

Photo from the-shard.com / Foto de the-shard.com

EN/  The Shard Visit

This month we strolled a special date.
The visit was also special since it’s not every day we see the view from the tallest building in London (and European Union).

The building opened in 2013, there are offices, restaurants, hotel and the apartment of the smart architect, Renzo Piano that instead of getting paid for the work, asked for a flat in return. Of course for tourists and others, it has 2 floors to visit and enjoy the view, and a souvenir shop on the ground floor to secure a souvenir of the visit.

The Shard measures 306m in height, and to get the visitation floors 69 and 72 you have to take 2 elevators. For all this height, they are quite very fast. They say the ideal is to go at sunset time, which varies greatly in London (both in time and as visibility). I bought the ticket one month in advance, and didn’t even know that about the sunset to be honest. And lucky, I chose the right time to leave time off work, get out there and not be too dark for this time of year,  18pm worked well.

Screen Shot 2016-03-31 at 12.36.03 PM

PT/  Visitando o “The Shard”

Esse mês fizemos um passeio numa data especial.
O passeio também foi especial já que não é todo dia que vamos ver a vista do prédio mais alto de Londres (e União Européia).

O prédio foi inaugurado em 2013, nele existem escritórios, restaurantes, hotel e  o apartamento do arquiteto esperto, Renzo Piano que ao invés de receber pelo trabalho, pediu moradia em troca. E claro para turistas e afins, tem 2 andares para visitar e apreciar a vista, além de uma lojinha de souvenir no térreo pra garantir uma lembrança da visita.

The Shard mede 306 m de altura, e para chegar nos andares de visitação 69 e 72 temos que pegar 2 elevadores. Pra essa altura toda, eles são bastante rápidos até. Dizem que o ideal é ir no horário do pôr do sol, que em Londres varia muito (tanto em horário quanto visibilidade). Eu comprei os tickets com 1 mês de antecedência, e nem sabia disso do pôr do sol pra falar a verdade. E demos sorte, escolhi um horário que desse tempo de sair do trabalho, chegar lá e não estar muito escuro pra essa época do ano, 18hs deu certinho.
Continue reading

Cat in a Flat: Cat Sitting / Babá de Gatos

Screen Shot 2016-02-23 at 20.58.27

EN/  Cat Sitting

I recently signed up for Cat in a Flat Website and had my first clients.
Here I will explain how it works to be a cat sitter.

What is it?
A website for searching cat sitters.

How is it?
The pet owner searches according to location (neighbourhood), using distance to filter where the sitter intends to travel to, value and experience. Shows the sitters’ profiles  with description and information.

Everyone can register?
Yes, but it is preferable to have experience with cats. In your profile you can put how many years of experience you have, if you can handle medication, if you have or had cats. It is also possible to maintain a “customer” gallery with pictures of cats that you sitted. It is important to ask for references pros cat owners after each service, this reference will be made public on your profile, which will help to get more customers.

How it works?

1- After the search, the pet owner gets in touch with you to make sure you’re available dates he needs the service. They can hire and pay for one visit per day, or 2 visits a day with value stipulated by the sitter. I have stipulated a value that covers 2 bus tickets, although only work in the neighbourhood, sometimes it is necessary.

2. A meeting is scheduled to discuss other details and know the cat. At this meeting I already show the owner the contract sheet as well as other documents: information form on nutrition and cat schedules, emergency contact etc; vet form if you need to, and permission to get the key. In this first meeting is now only to review and explain it all, a meeting before the service (usually a pet owner’s trip) is that everything is written down and signed, as well as the delivery of the key is made.

3- At the second meeting you see where is the food, the quantity and frequency of feeding. Also gets to see where is the litter box, bags, and will need to replace the sand and when. We agreed about giving snacks, going out or not and sending pictures.

As it is with the cat?

Each is different but the first day I just take the food, clean pots and clean the litter box, try not to pet them and just let they smell me if they want. That’s because the cat saw me no more than 2 times, it doesn’t trusts me yet and if I anticipate myself they may not like to approach. I took care of 3, and only one of them up to now did show much affection, these other two were affectionate, I ended up staying longer there as they sat on my lap for about 10 minutes. Kira cat only drinks running water from the tap, then as soon as I arrived and before I left I would open the tap to let her drink it, despite always leaving an  clean little pot with water. From the 3, Smokey was more difficult to feed, I would fill the pot for him when I would arrive and he would eat it all in minutes, what made me put food again before leaving and was often the time for me to get my stuff and he would have eaten all over again.

At the end…
At the end is a matter of returning the key as agreed (in person or by putting in the mail box inside the house) and asking for references to your profile on the site. It is always good to add that cat in your gallery as well.

Check here my profile on Cat in a Flat: https://catinaflat.com/pet_sitter/2038


PT/  Babá de Gatos

Eu recentemente me inscrevi em um site de buscas de pet sitter/cuidadora/babá e tive as minhas primeiras clientes. Aqui vou explicar como ele funciona para ser uma babá de gatos.

O que é?
Um site de busca de cuidadores de gatos.

Como é?
O dono do pet busca de acordo com a localidade (bairro), usando filtro de distância que a babá está e pretende percorrer, valor e experiência. Aparecem perfis das babás com descrição e suas informações.

Todos podem se registrar?
Sim, mas é preferível ter experiência com gatos. No seu perfil você pode colocar quantos anos de experiencia você tem, se você sabe dar remédio, se tem ou teve gatos. Também é possivel manter uma galeria de “clientes” com fotos dos gatos que você cuidou. É importante pedir referencias pros donos dos gatos após cada serviço, essa referencia ficará pública no seu perfil, o que ajudará a conseguir mais clientes.

Como funciona?

1- Após a pesquisa, o dono do pet entra em contato com você pra verificar se você está disponivel as datas que ele precisa do seviço. Eles podem contratar e pagar por 1 visita por dia, ou 2 visitas ao dia com valor estipulado pelo cuidador. Eu estipulei um valor que cubra 2 passagens de ônibus, apesar de só trabalhar no bairro, as vezes é necessario.

2- Um encontro é marcado pra discutir outros detalhes e conhecer o gato. Nesse encontro eu levo já o contrato pro dono ler assim como outros documentos: formulário de informação sobre a alimentação e horários do gato, contato de emergencia etc; formulário do veterinário para caso precise, e autorização para pegar a chave. Nesse primeiro encontro é momento só de revisar e explicar isso tudo, um encontro antes do serviço (geralmente uma viagem do dono do pet), é que tudo é anotado e assinado, assim como a entrega da chave é feita.

3- No segundo encontro você vê onde fica a comida, as quantidades e frequencia da alimentação. Também tem que ver onde fica a caixa de areia, saquinhos, e se vai precisar trocar a areia e quando. Combinamos sobre dar petiscos, sair ou não e o envio de fotos.

Como é com o gato?
Cada um é de um jeito, no primeiro dia eu só dou a comida, limpos potinhos e limpo a caixa de areia, não tento fazer carinho e só deixo ele me cheirar se ele quiser. Isso porque o gato me viu no máximo 2 vezes, ainda não me conhece de verdade e se eu me adiantar ele pode não gostar de aproximação. Cuidei de 3, e só 1 deles até agora não quis carinho nenhum, esses outros dois por serem carinhosos, eu acabava ficando mais tempo na visita já que eles sentavam no meu colo por uns 10min. A gata Kira só bebe água corrente da torneira, então assim que eu chegava e antes de ir embora eu abria a torneira pra ela beber, apesar de deixar um potinho sempre limpo com água. Dos 3 o Smokey era mais difícil pra alimentar, eu enchia o pote dele quando chegava e ele comia tudo direto, o que fazia eu ter que dar comida de novo antes de sair e muitas vezes era o tempo de eu pegar minhas coisas e ele já havia comido tudo de novo. Já a Kira e a Zooey, eu dava ração e no outro dia ainda tinha ração no pote.

E por fim…
No final é questão de devolver a chave conforme foi combinado, (pessoalmente ou pondo na caixinha de correio pra dentro da casa) e pedir a sua referencia pra o seu perfil no site. É sempre bom adicionar aquele gato na sua galeria também.

Olhem aqui o meu perfil no Cat in a Flat:https://catinaflat.com/pet_sitter/2038