UK vs Brazil – Plastic Bags Use/ Uso de Sacolas Plásticas

carrier-bag-artwork-150x150-770x512

EN/   Plastic Bags Use

This past week it was announced a change to the way all large shops and supermarkets in UK provide plastic bags. Now it is a general government rule, and not a matter of preference up to the market chains, like it was before. Prior to this new rule, Lidl would only provide a multi-use plastic bag at a cost, similar Spar in other European countries, what charge for single-use plastic bags. While a few already followed this strict attitude towards their customers, other chains like Tesco, Sainsbury’s, etc, would keep both options of providing free single use and a charge for multi-use plastic bags for the most ecologically conscious.

What I would like to point out is something I will do with a series of posts, to compare these rules, behaviours and manners that have different reactions from populations of UK and Brazil. In Brazil, a couple of years ago there was an attempt to introduce some consciousness about ecology by removing single-use plastic bags from customer’s reach. This caused rebellion, people complained that the cost of plastic bags were included in the tax that is payed combined with the cost of the products in store. From London I observed the news, and for me it seemed more a commodity matter, rather than suspicion of being charged twice. There was such a negative feedback from the population that the rule was cancelled and single-use plastic bags are again being provided for free.

This year the rule is trying to get back in practice in Sao Paulo, providing “green bags” at a cost, made of bioplastic the initiative attempts to stimulate people to rethink the way they consume these bags, inspired by (guess what?), “…international standards and can be applied elsewhere in the country.”, stated by Marina Estarque from Carta Capital.

Here are some opinions taken from the article:

“I think it’s bad to have to pay, I will bring a house,” says Josmy.
“When people have easy access, they end up accumulating or playing outside”, said Camila Oliveira, 21.

Well, this is what is called “change” and this takes time to get adapted to people’s everyday life.
Hopefully here in UK and in Sao Paulo, people get their head around it, preparing for a more sustainable future!

Particularly I found this new rule amasing, I am ecologically aware and end up storing all plastic bags at home so I can reuse most of them. Unfortunately I have been a little lazy and could have invested in multi-use/more resistant plastic bags or carrier bags made of other materials to take my shopping home. This laziness to take such attitude has been fed by the commodity of having free bags available at the supermarket, what can be a little more practical as you dont have to think in advance and remember to bring yours from home. I know I will forget at times and complain others, but this rule is a favour really.

Single-use plastic carrier bag charge – video
Published on Jul 24, 2015

A short video for consumers and others explaining the 5p charge for single-use plastic carrier bags. The charge is being introduced in England from 5 October 2015.

For more information see https://www.gov.uk/carrierbags

P.s.: translated by myself.


PT/   Uso de Sacolas Plásticas

Na semana passada, foi anunciada uma alteração na forma como todas as grandes lojas e supermercados no Reino Unido fornecem sacolas plásticas. Agora é uma regra do governo geral, e não uma questão de preferência das cadeias de supermercado, como era antes. Anteriormente à essa nova regra, o mercado Lidl só fornecia um tipo de sacola de plástico multi-uso, por um valor, similarmente o mercado Spar em outros países europeus, cobra pelo uso de sacolas plásticas descartáveis. Enquanto alguns já seguiam essa atitude rigorosa perante aos seus clientes, outras empresas como Tesco, Sainsbury´s, etc, preferiam manter as duas opções fornecendo sacolas plásticas descartáveis de graça e uma taxa por sacolas de plástico de multi-uso para os mais ecologicamente conscientes.


O que eu gostaria de salientar é algo que eu vou fazer com uma série de posts, comparar essas regras, comportamentos e costumes que têm reações diferentes entre as populações do Reino Unido e do Brasil. No Brasil, alguns  anos atrás, houve uma tentativa de introduzir certa consciência ecológica através da remoção de sacolas descartáveis de plástico do alcance do cliente. Isso causou revolta, as pessoas se queixaram de que o custo de sacos de plástico eram  incluídas no imposto que é pago combinado ao o custo dos produtos na loja. De Londres, observei a notícia e, para mim, parecia mais uma questão de comodidade, ao invés da suspeita de ser cobrado duas vezes. Houve uma reação negativa por parte da população e a lei foi cancelada voltando a fornecer sacolas gratuitamente.

Este ano, o governo está tentando repor em vigor a lei em São Paulo, fornecendo “sacolas verdes”, por um valor, feitas de bioplástico a iniciativa pretende estimular as pessoas a repensar a forma como consomem essas sacolas, inspirados por (adivinhem?), “… os padrões internacionais e pode ser aplicado em outras partes do país.”, afirma Marina Estarque do site Carta Capital

Aqui estão algumas opiniões extraídos do artigo:

“Eu acho que é ruim ter que pagar, eu vou passar a trazer uma casa”, diz Josmy.
“Quando as pessoas têm fácil acesso, eles acabam acumulando ou jogando fora”, disse Camila Oliveira, 21.

Bem, isso é o que é chamado de “mudança” e isso leva tempo para se adaptar à vida cotidiana das pessoas. Espero que aqui no Reino Unido e em São Paulo, as pessoas se acostumem, assim se preparando para um futuro mais sustentável!

Particularmente eu achei esta nova regra incrível, sou ecologicamente consciente e acabo armazenando todas as sacolas de plástico em casa para que eu possa reutilizar a maioria delas. Infelizmente tenho sido um pouco preguiçosa e poderia ter investido em sacolas multi-uso / sacos plásticos mais resistentes ou sacolas de compras feitos de outros materiais para levar as minhas compras pra casa. Essa preguiça em tomar tal atitude tem sido alimentada pela comodidade de ter sacolas gratuitas disponíveis no supermercado, o que pode ser um pouco mais prático, já que você não tem que pensar com antecedência e lembrar-se de levar a sua de casa. Eu sei que eu vou esquecer às vezes e reclamar os outras, mas esta regra é na verdade, um favor.

Cobrança por uso de sacola plástica descartável – vídeo
Publicado em 24 de julho de 2015
Um pequeno vídeo para os consumidores e outros que explicam a taxa 5p para uso único sacos de plástico. A acusação está sendo introduzida na Inglaterra partir de 5 de Outubro de 2015.

Transcrição de comentário em vídeo:

“A partir de 05 de outubro de 2015, as grandes lojas na Inglaterra terão de cobrar cinco pence (centavos) por cada sacola de plástico de utilização única que eles disponibilizam aos clientes.
Em 2013, os grandes supermercados na Inglaterra deram mais de 7,4 bilhões de sacos de plástico – que são 133 sacos para cada pessoa. Para proteger o nosso meio ambiente de lixo e poluição, estamos comprometidos a reduzir esse número. O custo de cinco centavos em sacos plásticos de uso individual poderia reduzir a utilização em até 80% nos grandes supermercados.
Pequenos varejistas não tem que cobrar, mas pode fazê-lo numa base voluntária.
Você pode evitar pagar a taxa, quer através da reutilização de sacos plástico simples, ou usando sacolas multi-uso.
Você também não vai pagar uma taxa de cinco centavos se você estiver usando um saco de papel, se você estiver em de passagem (caixas self-service), ou se sua sacola contém apenas certos itens, como alimentos desembrulhados, carne crua e peixe, medicamentos de prescrição médica, lâminas descobertas , sementes, bulbos e flores, ou peixes vivos.
Os varejistas precisam manter o controle de quantos sacos de plástico que eles distribuiram e pra onde onde o produto foi … e relatar isso ao Governo até 31 de Maio de cada ano.
Esperamos que essa boa causa possa beneficiar da taxa por dezenas de milhões de libras por ano.”


P.s.:Tradução feita por mim.

Advertisements

6 thoughts on “UK vs Brazil – Plastic Bags Use/ Uso de Sacolas Plásticas

  1. Aqui no Brasil (Rio de Janeiro), todos os mercados que frequento tem sacolas biodegradáveis como opção. O problema é o preço que cada um deles cobra, o preço varia de R$7,90 à R$29,90.
    E você encontra a mesma qualidade de plastico nas duas sacolas de preços totalmente diferentes.

    Like

    • Muito cara essas sacolas, assim não estimula muito à população a reciclar.
      Mas se um dia no Rio banirem as sacolas descartáveis, talvez reusar as mesmas (caso armazene em casa), ou usar umas de pano seja a solução.

      Like

  2. Cobrar pela sacola nos faz pensar em outros meios de carregar os produtos. É dureza mas é algo bom pro nosso mundo.

    Like

  3. Pingback: Folding Bags/Dobrando Sacolas | It is p e c u l i a r

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s