Taking an Attitude/ Tomando Atitude

EN/   Taking an Atitude 

Screen Shot 2015-11-14 at 13.09.59

Where I live is a group of flats on top of high street shops, we are 3 house numbers and share the same entrance. For this reason, a lot letters and all type of correspondence gets to our common entrance hall. There is a shelf where the correspondences can be organised and stored, but recently it has been a total mess.

London is a city that is always changing, people move in and out very frequently and not always update their addresses. This is the case here, we receive letters of people who moved out (of the country even) and this contributes to the mess of correspondence combined with lazy residents who never pick up their letters downstairs.

No one seems to care about it here, the number of flyers, letters, magazines, etc, is increasing and I find difficulty to find my correspondence there. Tired of this I decided to take an attitude to change that. On this video I show the quantity of letters, and separate them in relation to the flat’s numbers and left the pack of correspondence at people’s doors.

I hope that this way, they are somehow forced to see how many letters they left behind, and do something about them, either if it is theirs or of previous residents.

Can you believe that one of my neighbours opens his letter to see the content and leaves it open on the shelf downstairs?

I found around 5 letters for us lost in that mess.

PT/   Tomando Atitude

Eu moro em um pequeno conjunto de apartamentos a cima de lojas e restaurantes de rua, aqui somos 3 números de residência que compartilham a mesma entrada. Por isso, muitas cartas e correspondências de todos os tipos se acumulam no nosso hall de entrada. Tem uma estante onde as correspondências podem ser colocadas e organizadas, mas recentemente se tornou uma zona total.

Londres é uma cidade que está sempre mudando, as pessoas mudam de casa com frequência e nem sempre atualizam seus endereços. Este é o caso aqui, nós recebemos cartas de pessoas que já se mudaram (até do país inclusive) e isso contribui pra bagunça de correspondências aliado aos vizinhos folgados que nunca tiram suas cartas de lá.

Ninguém parece se importar aqui, o número de folhetos, cartas, revistas, etc, estava aumentando e eu estava tendo dificuldade de encontrar minhas correspondências alí. Cansada disso eu decidi tomar uma atitude para mudar isso. Nesse vídeo eu mostro a quantidade de cartas, e separo elas de acordo com o número dos apartamentos e deixo os pacotes na porta de cada um.

Eu espero que dessa forma, eles sejam forçados a ver quantas cartas eles deixaram pra trás, e façam alguma coisa sobre isso, sendo deles ou dos antigos moradores.

Dá pra acreditar que um dos vizinhos abre a carta dele pra ver do que se trata e larga aberta lá na estante?

Eu encontrei por volta de 5 cartas perdidas pra nós nessa bagunça.

Advertisements

7 thoughts on “Taking an Attitude/ Tomando Atitude

  1. Povo folgado, você é muito boazinha. Eu separaria também, porém não deixaria arrumadinho não hhaha, jogaria na porta elas todas desarrumadas, e escreveria um bilhetinho, pedindo mais educação, já que não existe porteiro que possa fazer esse serviço.
    Espero que com essa atitude os seus vizinhos não fiquem achando que você sempre fará isso.

    Like

  2. Geeente tinha carta de um século ali, pq não é possível! Parabéns pela iniciativa e paciência. Se fosse eu tinha tacado fogo em tudo hahaha
    PS: Amei ver o famoso Milo. Achei q ele fosse pequenino, mas ele é um gatão daqueles bem bom de apertar! 🙂

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s